QUIROPRAXIA

DOR NO QUADRIL

e

Quando os pacientes apresentam uma queixa de "dor no quadril", o primeiro passo é determinar o que eles estão considerando como "quadril".

 

É uma área grande e os pacientes definirão um dos três locais gerais: o aspecto posterior (região glútea), o aspecto lateral (a região lateral superior da coxa) e a região anterior do quadril (a região da virilha).

 

 

Região posterior -

Quando os pacientes definem uma dor na região glútea, geralmente observamos a região lombar, pélvica inferior ou uma queixa muscular da área glútea (ou talvez alguma combinação). Isso pode causar dor considerável e, em alguns casos, a dor pode irradiar ou migrar para uma porção da perna.

Na maioria dos casos, é possível obter alívio significativo com o tratamento Quiroprático, mas em muitos casos o paciente precisará de um acompanhamento multidisciplinar, como fisioterapeuta e educador físico, além de certos cuidados em casa.

Região lateral -

Pacientes que apresentam dor lateral na coxa também descreverão sua dor como "dor no quadril". Essa queixa pode variar de leve e irritante, ou um evento de dor aguda que interfere na maioria das atividades normais da vida diária. Também pode haver um componente de dor que pode migrar para a região lateral e/ou anterior da coxa. Isso geralmente para no joelho ou logo abaixo do joelho.

 

Novamente, com os procedimentos Quiropráticos ajudam na melhora desse quadro.  

Região Anterior -

Com dor nessa região, temos a possível presença de verdadeiros problemas nas articulações do quadril. Também pode haver dor na região da virilha, que é uma referência da parte inferior das costas. Porcentagem muito pequena de pacientes. 

É absolutamente incrível o número de casos em que um paciente apresenta problemas de dor aguda e está analisando a necessidade de algum procedimento cirúrgico, quando, de fato, é um problema de origem relativamente simples, e que os resultados são muito rápidos quando acompanhado por um Quiropraxista

 

É absolutamente essencial que você passe por uma avaliação Quiroprática para entender a fundo como a Quiropraxia, através da homeostase (capacidade natural do corpo se curar), pode ajudar na melhora desses quadros.